Combate ao Aedes aegypti em Mogi teve início hoje

O combate ao Aedes aegypti em Mogi das Cruzes teve inicio hoje. Os brigadistas de combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus capacitados na última semana, iniciaram nesta sexta-feira (02/12) as ações permanentes de fiscalização em próprios municipais, ( escolas, equipamentos de saúde, parques, cemitérios e outros locais). A atividade apresentada durante evento realizado no Theatro Vasques faz parte do Dia de Mobilização Nacional contra o Aedes aegypti e marca o início de uma nova fase do trabalho de prevenção na cidade.

O combate ao Aedes aegypti em Mogi das Cruzes teve inicio hoje. Os brigadistas capacitados na última semana, iniciaram nesta sexta-feira (02/12) as ações.
O combate ao Aedes aegypti em Mogi das Cruzes teve inicio hoje. Os brigadistas capacitados na última semana, iniciaram nesta sexta-feira (02/12) as ações.

A capacitação foi direcionada para 322 funcionários das Secretarias Municipais de Educação e Saúde e também de diversos outros setores da Prefeitura de Mogi das Cruzes e seus equipamentos, administrados de forma direta ou indireta. “É fundamental darmos o exemplo. A Prefeitura de Mogi das Cruzes tem hoje cerca de 350 prédios que, a partir de agora, serão cuidados pelos brigadistas. Essa cultura de cuidado e prevenção deve ser estendida a todos os imóveis da cidade, de forma permanente”, afirmou o prefeito Marco Bertaiolli, que acompanhou a apresentação realizada no Theatro Vasques e também assinou o decreto municipal 16.242/2016, criando a Sala de Coordenação para combate ao Aedes aegypti.

O secretário municipal de Saúde, Marcello Cusatis, fez a abertura do evento e mostrou um resumo das principais ações realizadas desde o final do ano passado, quando o país iniciou uma emergência nacional em função da microcefalia causada pelo zika vírus. “Fizemos mutirões de limpeza, varreduras em próprios públicos, orientações e mutirões de sensibilização à população. Também tomamos algumas medidas que fizeram a diferença como a compra de repelentes para as gestantes em pré-natal na Rede Básica”, explicou o secretário, lembrando que apesar de ter anunciado, o Governo Federal ainda não efetivou a distribuição de repelentes.

O combate ao Aedes aegypti em Mogi das Cruzes teve inicio hoje. Os brigadistas capacitados na última semana, iniciaram nesta sexta-feira (02/12) as ações.
O combate ao Aedes aegypti em Mogi das Cruzes teve inicio hoje. Os brigadistas capacitados na última semana, iniciaram nesta sexta-feira (02/12) as ações.

A última parte do evento ficou por conta da apresentação da veterinária Débora Murakami, coordenadora do Núcleo de Controle e Prevenção das Arboviroses, que mostrou a evolução dos casos de dengue, febre chikungunya e zika vírus e as expectativas para o próximo ano. “Como o Aedes aegypti está presente em todo o território mogiano, os trabalhos de prevenção não podem parar”, afirmou ela, agradecendo o empenho de todos os brigadistas.

A principal orientação, válida para todos os munícipes, é eliminar todo e qualquer recipiente ou situação que possa facilitar o acúmulo de água e, consequentemente, a proliferação do mosquito. Desde o início do ano, Mogi das Cruzes registrou 209 casos de dengue, sendo 173 autóctones e 36 importados, 13 casos importados de chikungunya e nenhum de zika vírus.

Quem tiver alguma dúvida sobre dengue pode entrar em contato pelo telefone 4794-4343. Já as denúncias devem ser registradas na Ouvidoria da Saúde pelo telefone 162.

O combate ao Aedes aegypti em Mogi das Cruzes teve inicio hoje. Os brigadistas capacitados na última semana, iniciaram nesta sexta-feira (02/12) as ações.
O combate ao Aedes aegypti em Mogi das Cruzes teve inicio hoje. 

Confira algumas dicas de prevenção à dengue:

• Não acumule materiais desnecessários e sem uso. Se forem destinados à reciclagem, guarde-os em local coberto e abrigado da chuva.
• Trate a piscina com cloro. Se ela não estiver em uso, esvazie-a completamente. Mantenha lagos, cascatas ou espelhos sempre limpos ou crie peixes que se alimentem de larvas.
• Entregue pneus velhos para reciclagem ou guarde-os, sem água, em locais cobertos.
• Verifique se os ralos da casa não estão entupidos. Limpe-os pelo menos uma vez por semana e, se não os estiver usando, deixe-os fechados.
• Guarde as garrafas, baldes ou latas vazias de cabeça para baixo.
• Lave com escova e sabão as vasilhas de água e comida de seus animais.
• Retire a água da bandeja externa da geladeira e lave a bandeja com sabão.
• Não deixe acumular água na parte debaixo das torneiras de bebedouros e filtros.

Ouça as melhores músicas e os maiores sucessos na: RÁDIO HELIX AO VIVO.

 

 

 

Rádio Helix

share on: